10 Bons Motivos para estudar espanhol em Salamanca

Quem me conhece ou é leitor assíduo do blog, sabe o quanto amo a cidade de Salamanca, na Espanha.
Quando eu tinha uns 14 anos e sonhava fazer um intercâmbio, todo ano pedia o catálogo de cursos e quando lia sobre a cidade de Salamanca, pensava “Um dia vou estudar lá”. Passaram-se 10 anos até que finalmente realizei meu desejo pela primeira vez.

Gostei tanto, que dois anos depois voltei e fiz mais um mês de intercâmbio, na mesma escola.
Salamanca conquistou meu coração desde a primeira vez que cheguei e vi de longe a Catedral, imponente.

Por isso, se você pensa em fazer um intercâmbio na Espanha, listei 10 bons motivos (e curiosidades) para escolher a cidade dourada!

1 – Muitos a escolhem por ser a cidade mais barata da Espanha para se estudar. E realmente é! Tanto o curso, quanto a hospedagem é alguns dólares mais barato do que Madri, Sevilha ou Barcelona. E como a cidade está à 3 horas de ônibus ou trem de Madri, é fácil fazer viagens de fim de semana.

salalinda

2 – Como a cidade é pequena, dificilmente você precisará de ônibus para circular por Salamanca. Faz-se tudo a pé! Inclusive ir ou voltar da balada. Como a cidade é super segura, você pode voltar de fiesta às 4h da manhã a pé, sem o menor perigo. Fiz isso muitas vezes!

3 – O Centro Histórico de Salamanca é Patrimônio Mundial da Humanidade desde 1998. Suas construções e arquiteturas medievais conquistam os visitantes. Seus belíssimos monumentos são feitos de Piedra de Villamayor, uma pedra esponjosa típica da região, com alta concentração de ferro. Sua coloração amarelada, que, dependendo das condições climáticas fica mais ou menos escura, confere à cidade uma cor quase dourada.

catedral

4 – A Universidade de Salamanca é a mais antiga da Espanha e uma das mais antigas do mundo. Foi fundada em 1.21. E hoje é uma das universidades mais prestigiadas da Europa.

5 – Tem a Plaza Mayor mais bonita de toda a Espanha! Pelo menos é o que dizem e eu concordo. A Plaza Mayor de Salamanca é espetacular. À noite ganha uma iluminação que a deixa ainda mais deslumbrante. E é o marco zero na hora de combinar encontros com os amigos. É muito comum usar o termo ‘A las once y media abajo el reloj’. Os estudantes combinam de se encontrar sempre embaixo do relógio, em uma das entradas da Praça. Assim não tem com se perder!

003

salamanca reloj

6 – É uma cidade universitária. Repleta de jovens de todos os lugares do mundo. Um lugar onde você encontra festas todos os dias da semana. E as festas começam tarde, depois das 2h da manhã. Algumas das festas são Barra Libre, ou seja, você paga um determinado valor (geralmente barato) e pode beber cerveja e sangria por umas 4 horas, o quanto conseguir. É difícil manter as saúde do fígado, mas também é bom não exagerar no meio da semana, para não comprometer as aulas.

002

7 – Há quem diga que o diabo viveu em Salamanca. Explico: existe um lugar na cidade chamado Cueva de Salamanca. E conta a lenda que diabo ensinava magia negra aos estudantes. Os estudantes eram sete, durante sete anos seguidos. Como pagamentos dos ensinamentos, um dos escolhidos ao acaso, ficava para sempre em poder das forças do inferno. Como também acontecia com a maioria dos viajantes que visitavam a cidade, a literatura, sobretudo a barroca, potenciou a lenda. Inclusivamente Miguel de Cervantes a tornou em protagonista e título um de seus autos: A Cueva de Salamanca. Durante o ano são realizados espetáculos e até apresentações musicais na Cueva. Há quem diga que se você quer estudar de verdade não deve escolher Salamanca, porque o Diabo mora ali e festas não irão faltar.

plazaaa

8 – E por falar em festas, no final do ano, os salmantinos celebram duas vezes o réveillon, que lá é chamado de Noche Vieja. Como Salamanca é uma cidade universitária e muitos de seus moradores são estrangeiros, no final do ano eles retornam para seus países. Por conta disso, eles criaram um réveillon antecipado para poderem festejar com os amigos, a Noche Vieja Universitaria. A festa é celebrada na Plaza Mayor e reúne uma multidão. O último ano teve mais de 40 mil pessoas. Depois da meia noite, os jovens saem pelos bares da cidade e a festa vai até o amanhecer.

Europa 2012 091

9 – O mascote da cidade é uma rã, La Rana. Na verdade, trata-se de uma simpática rã sobre a uma caveira, na fachada da Universidade. Existem muitas lendas a respeito do significado da rã. Uma delas dizia que, se um estudante a encontrava, ao final passava de ano. Há também os que dizem que se você fizer um pedido e encontrar a rã na fachada, seu pedido se realizará. Ou ainda, que se achar a rãzinha é sinal de que voltará à cidade mais vezes. Independentemente das lendas, o fato é que encontrei logo na primeira vez e desde então já retornei três vezes. É uma tarefa bastante difícil e divertida, você provavelmente vai perder um bom tempo se levar a atividade a sério (ou seja, sem pistas).

10 – A biblioteca pública se chama Casa de las Conchas e suas paredes é toda decorada com fileiras de conchas esculpidas em arenito. Uma das lendas conta que existe um tesouro escondido embaixo de uma das muitas conchas. Fica à cargo da imaginação descobrir em qual delas.

casa de las conchas

 

Listei apenas 10 dos muitos motivos que me levam sempre à Salamanca. Costumo dizer que é uma cidade que enfeitiça. Você sempre vai querer voltar! 

 

 

saaaala

 

Anúncios